Rodovia Anchieta, patrimônio histórico, história do patrimônio

Parece consenso que uma das rodovias mais importantes de São Paulo, senão a mais, por sua história e relevância científica e econômica é a Via Anchieta, a famosa SP 150.



Detentora de muitas crônicas, inovações tecnológicas e da biodiversidade provinda da Mata Atlântica que a cerca, fará 73 anos no próximo dia 22 de abril. Na época de sua inauguração adquiriu o status de uma das mais modernas rodovias do mundo, representando inovação e progresso, uma vez que ligava o maior porto à maior cidade da América do Sul, a cidade de São Paulo. Dado a essa singular conquista, cidades como Santos, Cubatão e São Bernardo desenvolveram-se ainda mais. Sua conclusão foi tratada como orgulho nacional principalmente por sua dimensão e simbolismo.


Agora, o INPEM, Instituto Nacional de Pesquisas Monográficas, através do Projeto SP-150, Rodovia Anchieta, pretende abrir frentes de pesquisas para detalhar o passo a passo da construção dessa, que figura entre as estradas mais importantes do país. A ideia é levantar dados e informações diversas, que envolvam as técnicas de engenharia empregadas, a formação de bairros ao longo da rodovia, a biodiversidade, as crônicas, entre tantas outras informações relevantes à formação histórica que a envolve.


por Wagner Guedes

Coord. Geral e Idealizador do Projeto SP-150 - Rodovia Anchieta


  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram